18.8 C
Bruxelas
19 Agosto 2022

Gelo na Antárctida derrete duas vezes mais depressa

Clique para ampliar A camada de gelo na Antárctida ocidental, cujo degelo contribui para a subida do nível do mar, devido ao aquecimento global, está a derreter quase duas vezes mais depressa do que se pensava, revela um novo estudo.

Uma re-análise dos recordes de temperatura registados entre 1958 e 2010 demonstrou um aumento de 2,4 graus Celsius nesse período, o equivalente a três vezes mais a subida média global da temperatura.

O aumento da temperatura na Antárctida ocidental quase duplicou, comparativamente a valores registados em estudos anteriores, sustentou, citado pela agência AFP, um dos co-autores do estudo, David Bromwichand, acrescentando que se trata de uma das regiões da Terra que aqueceram mais rapidamente.

Segundo o especialista, do Centro de Investigação Byrd Polar, nos Estados Unidos, o “contínuo aquecimento na Antárctida ocidental poderá afectar o equilíbrio da camada de gelo e contribuir para um aumento mais acentuado do nível do mar”.

Cientistas crêem que a diminuição da camada de gelo na Antártida ocidental é responsável por cerca de dez por cento da subida do nível do mar, em consequência do aquecimento global.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/gelo-na-antarctida-derrete-duas-vezes-mais-depressa

Artigos relacionados

Últimos artigos