18.4 C
Bruxelas
16 Agosto 2022

Galatasaray vence em Braga e segue em frente na Liga dos Campeões

Clique para ampliar O Galatasaray venceu hoje o Sporting de Braga, 2-1, apurando-se para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, num encontro que terminou com contestação dos adeptos bracarenses ao treinador José Peseiro.

Os bracarenses despedem-se da “Champions” sem honra nem dinheiro (um triunfo valia um milhão de euros), tendo somado apenas uma vitória e cinco derrotas (perdeu todos os jogos em casa).

À partida para este jogo, os adeptos já sabiam que a equipa ia terminar em último lugar, mas não gostaram que, uma vez mais, tenha desperdiçado uma vantagem e que, sobretudo, o técnico tenha mexido na equipa muito tarde (só após os turcos terem virado o resultado).

No “onze” escalado por José Peseiro nota para o regresso de Paulo Vinícius ao eixo defensivo mais de um mês depois de se ter lesionado, para a continuidade de Quim na baliza e para o facto de Hugo Viana ter começado o jogo no banco de suplentes.

Os “arsenalistas” até entraram bem na partida, a pressionar logo à saída da área turca e, aos três minutos, Mossoró desperdiçou a primeira oportunidade clara de golo após passe de Alan da direita.

O Galatasaray jogava de forma nervosa, sem conseguir ligar o seu futebol e concedendo muito espaço aos minhotos que estiveram muito perto de marcar em três ocasiões em menos de dez minutos: Éder (15), Paulo Vinícius (16) e Alan (23).

Até que aos 32 minutos, Mossoró, com um remate de fora da área, após corte falhado de Felipe Melo, fez o primeiro golo da partida, consumando o domínio dos da casa.

Só aos 40 minutos, e de bola parada, o líder do campeonato turco deu um “ar da sua graça”, através de um livre direto de Selçuk Inan que Quim defendeu bem para canto.

Descontente com a produção da sua equipa, o treinador Fatih Terim fez duas alterações ao intervalo, retirando os inoperantes Altintop e Elmander e apostando em Aydin Yilmaz e Amrabat, jogadores que viriam a ser determinantes.

Aos 58 minutos, Amrabat tirou um excelente centro da esquerda e Burak Yilamz antecipou-se de cabeça a Nuno André Coelho, marcando um excelente golo.

Contudo, quase ao mesmo tempo, o Cluj marcou em Old Trafford ao Manchester United, pelo que o empate não chegava aos turcos.

Aos 64, Eboué surgiu isolado na área bracarense, mas atrapalhou-se com a bola e desperdiçou uma boa oportunidade e, aos 78, o Galatasaray chegou ao golo da vitória, que lhe deu o apuramento para os oitavos de final.

Muito espaço na esquerda para Amrabat centrar, remate de primeira de Filipe Melo a obrigar Quim a defesa de recurso, mas o guardião português já não conseguiu impedir a recarga vitoriosa de Aydin Yilmaz.

Explosão de alegria dos mais de dois mil adeptos turcos e irritação dos da casa que, ato contínuo, mostraram lenços brancos a José Peseiro, que, apenas no minuto seguinte, mexeu pela primeira vez na equipa (entrou Hugo Viana para o lugar de Custódio).

LUSA

Artigos relacionados

Últimos artigos