3.4 C
Bruxelas
5 Dezembro 2022

Fundos comunitários vão para Norte, Centro e interior mas não para Lisboa

Clique para ampliar O PSD afirma que o interior do país é “prioridade absoluta” e 90% dos próximos 20 mil milhões de euros serão concentrados nas várias regiões que não Lisboa.

O porta-voz do PSD afirmou na quinta-feira à noite que os próximos fundos comunitários vão concentrar-se no norte, no centro e no interior do país e não em Lisboa, “como era tradição com o PS”.

Num comício de campanha para as eleições autárquicas, num anfiteatro ao ar livre, na Covilhã, Marco António Costa defendeu que o atual executivo PSD/CSD-PP dá “prioridade absoluta” ao interior, com ações concretas, enquanto outros falam, mas nada fizeram para o desenvolver.

O porta-voz do PSD apontou o quadro de fundos comunitários 2013-2020 como “uma oportunidade extraordinária” e “única na história” para o investimento no “desenvolvimento integrado” de Portugal, que “terá disponíveis nos próximos sete anos mais de 20 mil milhões de euros”.

“Mas esse dinheiro, que é fundamental para um desenvolvimento harmonioso do país, estará mais de 90% concentrado no norte, no centro, nesta região, e não em Lisboa como era tradição com o PS”, afirmou.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/fundos-comunitarios-vao-para-norte-centro-e-interior-mas-nao-para-lisboa

Artigos relacionados

Últimos artigos