2.4 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

França reage às caricaturas do Charlie Hebdo

Clique para ampliar A França anunciou que vai encerrar temporariamente as suas embaixadas e escolas em 20 países esta sexta-feira depois de o Charlie Hebdo ter publicado cartoons satíricos do profeta Maomé.

A medida prende-se com medidas de segurança, numa altura de elevada tensão em vários países muçulmanos, devido à polémica causada por um filme norte-americano considerado ofensivo para o Islão.

«Nós decidimos, de facto, como medida de precaução, encerrar os nossos edifícios, embaixadas, consulados, centros culturais e escolas», disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O motivo do encerramento se aplicar na sexta-feira tem a ver com o facto de esse ser o dia sagrado da semana para os muçulmanos, em que se aglomeram nas mesquitas para rezar, e pelo risco de se seguirem a estes actos de culto protestos violentos.

Recorde-se que na semana passada o ataque ao consultado norte-americano de Benghazi, na Líbia, terminou com a morte de quatro pessoas, entre elas o embaixador dos EUA.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos