17.9 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

Farmácias alteram prescrições de medicamentos

Clique para ampliar Pedido quer alteração das regras para a fixação do preço dos genéricos de modo a evitar diferenças.

A Ordem dos Médicos denunciou, esta terça-feira, “mais um caso” de substituição de prescrições de medicamentos nas farmácias e apelou para a alteração das regras para a fixação do preço dos genéricos para evitar diferenças.

Num anúncio publicado hoje no Correio da Manhã, a Ordem dos Médicos (OM) adianta que um médico prescreveu a um doente no dia 18 de julho dois medicamentos: o Atorvastatina (do Laboratório Azevedos) e Perindopril + Indapamida 4 (do laboratório Ciclum), que custam 4,54 euros e 5,70 euros, respetivamente.

De acordo com a OM, a receita foi bloqueada pelo médico com a exceção c) em ambos os medicamentos, a justificação legal para permitir ao doente manter as mesmas marcas em medicação crónica, evitando confusões, e para ter direito à medicação mais barata.

Contudo, a farmácia “alterou para marcas mais caras”, cujos preços variavam entre os 4,54 e 11,45 euros no caso do atorvastina e entre os 5,70 e os 12,55 euros quanto ao Perindopril + Indapamida.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/saude/farmacias-alteram-prescricoes-de-medicamentos

Artigos relacionados

Últimos artigos