24.9 C
Bruxelas
8 Agosto 2022

Facebook compra patentes à Microsoft por meio milhão de dólares

Clique para ampliar A rede social Facebook anunciou que vai investir 550 milhões de dólares (418 milhões de euros) para comprar centenas de patentes à Microsoft, numa altura em que a empresa de Mark Zuckerberg prepara a entrada em bolsa.

Esta é a segunda grande operação financeira da rede social em menos de um mês, depois da compra do Instagram, uma aplicação de partilha de fotografias para smartphones, por mil milhões de dólares.

Agora, o Facebook está a reforçar a propriedade intelectual, num contexto em que os processos judiciais a este respeito também se multiplicam.

O Facebook foi processado pelo Yahoo!, que acusou a rede social de usurpar as suas inovações em domínios como o funcionamento da própria rede ou o marketing. O Facebook ripostou, acusando o Yahoo! por crimes semelhantes.

Oito anos após a criação, a empresa de Zuckerberg está a tentar, segundo informações avançadas pela imprensa, comprar estas patentes assim que foram colocadas à venda no início do mês pela AOL, pioneira no desenvolvimento da internet, mas atualmente em declínio.

No entanto, foi a Microsoft que ficou com o negócio, depois de aceitar pagar 1.056 milhões de dólares, uma oferta fora do alcance do Facebook, que estava interessado apenas numa parte do lote colocado à venda pela AOL.

“Na venda inicial [organizada pela] AOL, a Microsoft teve a possibilidade de deter ou atribuir 925 patentes norte-americanas ou grupos de patentes, além de uma licença de exploração para (…) 300 patentes suplementares que não estavam à venda”, explicaram a Microsoft e o Facebook, em comunicado conjunto.

“Com o acordo de hoje, o Facebook vai obter a propriedade de cerca de 650 patentes da AOL”, para as quais a Microsoft detém uma licença de exploração. Além disso, o Facebook vai obter uma licença de exploração para as patentes adquiridas e não vendidas pela Microsoft.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos