2.6 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Europa já não é “El Dourado” para emigrantes portugueses

Clique para ampliar O deputado social-democrata Carlos Gonçalves disse esta segunda-feira que os países europeus deixaram de ser “o El Dorado”, considerando que o facto de o país estar mais atento à emigração pode favorecer o esclarecimento a quem quer sair de Portugal.

“Há dois anos que a emigração portuguesa coincide com períodos de menor crescimento económico dos países que acolhem e, assim sendo, com algum aumento que possa ter existido aumentam também as possibilidades de problemas para as pessoas que emigram”, disse Carlos Gonçalves à agência Lusa.
O deputado lembrou que a emigração não é um fenómeno novo e que no passado recente houve anos em que as saídas ultrapassaram as 100 mil pessoas por ano.

“É preciso atender a que alguns países na Europa já não são o El Dorado e as pessoas têm que ter uma precaução enorme quando decidem sair para o estrangeiro para trabalhar”, disse Carlos Gonçalves, destacando que o Governo está a trabalhar em programas de prevenção e em campanhas de informação para que as pessoas não saiam de Portugal “sem o mínimo de condições”.

“Actualmente, há uma maior atenção da comunicação social à questão migratória, o que pode beneficiar a informação das pessoas. As pessoas ficam alerta para um conjunto de situações que não são novas, são periódicas e regulares e não apenas na Europa, também fora da Europa”, disse.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/europa-ja-nao-e-el-dourado-para-emigrantes-portugueses

Artigos relacionados

Últimos artigos