1.2 C
Bruxelas
4 Dezembro 2022

Euro2012: Portugal cai pela quinta vez em seis meias-finais

Clique para ampliar A seleção portuguesa de futebol caiu pela quinta vez em seis meias-finais, ao perder por 4-2 no desempate por grandes penalidades, após 0-0 nos 120 minutos, em embate disputado em Donetsk, na Ucrânia.

Portugal já tinha estado cinco vezes na antecâmara da final, três em Europeus, mais precisamente em 1984, na estreia numa fase final da principal competição do “velho continente”, 2000 e 2004, e duas em Mundiais, em 1966 e 2006.

Em matéria de “meias”, o balanço global passou a ser, assim, ainda mais negativo para a formação das “quinas”, que só uma vez, quando jogou em casa, em 2004, logrou chegar à final, na ocasião ao bater a Holanda por 2-1, em Alvalade, com tentos de Cristiano Ronaldo e Maniche.

Esta continua, porém, a ser a exceção, já que as outras cinco tentativas de atingir uma final saíram todas frustradas, três frente à França, uma perante a Inglaterra e outra, a de hoje, face à Espanha, detentora dos títulos europeu e mundial.

Os gauleses venceram por 3-2, após prolongamento, no Euro84, na “sua” Marselha, por 2-1, com um “golo de ouro”, no Euro2000, em Bruxelas, e por 1-0 no Mundial de 2006, em Munique.

Nos três jogos, Portugal foi sempre vítima do “10” gaulês, mais precisamente de Michel Platini, em 1984, e de Zinedine Zidane, em 2000 e 2006, já que foram eles – Zidane sempre de grande penalidade – os autores dos tentos das vitórias da França.

A exemplo do primeiro desaire face aos gauleses, Portugal também se estreou a perder uma meia-final com uma seleção que atuava em casa, no caso a Inglaterra, no Mundial de 1966.

Depois de um trajeto sensacional, em que afastaram o então bicampeão em título Brasil e a Coreia do Norte, após recuperação de 0-3 para 5-3, os “magriços” caíram por 2-1 face aos ingleses, em Wembley, vergados a um “bis” de Bobby Charlton.

Hoje, em Donetsk, Portugal e a Espanha terminaram os 120 minutos empatados a zero e, na “lotaria”, os detentores do troféu acabaram por ser mais felizes e vencer por 4-2.

– As meias-finais de Portugal em Europeus e Mundiais:

Mundial de 1966, em Inglaterra
26/07/66 Londres Inglaterra, 1-2

José Pereira; Festa, Alexandre Baptista, José Carlos e Hilário; Jaime Graça e Coluna; José Augusto, Eusébio, Torres e Simões.

Golos: Eusébio (82gp)/ Bobby Charlton (30 e 79).

Europeu de 1984, em França
23/06/84 Marselha França, 2-3ap

Bento; João Pinto, Lima Pereira, Eurico e Álvaro; Frasco, Jaime Pacheco, Sousa (Nené, 64) e Chalana; Jordão e Diamantino (Gomes, 46).

Golos: Jordão (74 e 98)/ Jean-François Domergue (25 e 115) e Michel Platini (119).

Europeu de 2000, na Holanda e Bélgica
28/06/00 Bruxelas França, 1-2ap (golo de ouro)

Vítor Baía; Abel Xavier, Fernando Couto, Jorge Costa e Dimas (Rui Jorge, 91); Vidigal (Paulo Bento, 61), Costinha e Rui Costa (João Pinto, 78); Sérgio Conceição, Figo e Nuno Gomes.

Golos: Nuno Gomes (19)/ Thierry Henry (51) e Zinedine Zidane (117gp).

Europeu de 2004, em Portugal
30/06/04 Lisboa Holanda, 2-1

Ricardo; Miguel, Ricardo Carvalho, Jorge Andrade e Nuno Valente; Costinha, Maniche (Fernando Couto, 87) e Deco; Figo, Cristiano Ronaldo (Petit, 68) e Pauleta (Nuno Gomes, 75).

Golos: Cristiano Ronaldo (26) e Maniche (58)/ Jorge Andrade (63pb).

Mundial de 2006, na Alemanha
05/07/06 Munique França, 0-1

Ricardo; Miguel (Paulo Ferreira, 62), Fernando Meira, Ricardo Carvalho e Nuno Valente; Costinha (Hélder Postiga, 75), Maniche e Deco; Figo, Cristiano Ronaldo e Pauleta (Simão, 68).

Golos: Zinedine Zidane (33gp).

Europeu de 2012, na Polónia e Ucrânia
27/06/12 Donetsk, Ucr Espanha, 0-0ap (2-4 gp)

Rui Patrício; João Pereira, Pepe, Bruno Alves e Fábio Coentrão; Miguel Veloso (Custódio, 106), Raul Meireles (Varela, 113) e João Moutinho; Nani, Cristiano Ronaldo e Hugo Almeida (Nelson Oliveira, 81).

FONTE: Bomdia.lu

[ Ronaldo: Jogo com Espanha vai jogar-se nos detalhes ]

[ Euro2012: Seleção tem de ser organizada, paciente e saber sofrer ]

[ Jogo com Espanha é oportunidade para fazer história ]

Artigos relacionados

Últimos artigos