11.2 C
Bruxelas
8 Agosto 2022

Estado quer 124 chefes

Clique para ampliar O Estado quer contratar 124 dirigentes até junho, de acordo com a calendarização da Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública.

Neste momento, por exemplo, decorrem concursos para chefes da Direção da Administração e do Emprego Público, um diretor-geral e dois subdiretores.

Há vagas para cargos dirigentes na administração central mas também para institutos públicos e fundações. No atual concurso, o Estado propõe para o diretor-geral uma remuneração de 3734 euros mais 778 euros de despesas de representação. Já para os subdiretores-gerais do Emprego Público, o valor é de 3173 euros mais 583 euros de despesas de representação.

Brevemente, também estarão disponíveis vários concursos para diretores-gerais dos recursos naturais, da Política de Justiça e para diversas direções regionais de cultura.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/estado-quer-124-chefes

Artigos relacionados

Últimos artigos