3.8 C
Bruxelas
8 Dezembro 2022

Enganou clientes para pagar obras

Clique para ampliar O economista Pedro Vaz Serra, acusado pelo Ministério Público de 12 crimes de burla qualificada e de falsificação de documentos, confessou ontem, no Tribunal de Coimbra, ter ficado com dinheiro de clientes do Banco Privado Português, onde exercia funções.

O arguido ter-se-á apropriado, entre 2005 e 2008, de 731 mil euros – verba mais tarde restituída pelo banco aos lesados – para restaurar uma quinta apalaçada que adquiriu. Pedro Vaz Serra falsificou cheques, emails e assinaturas dos clientes. Em tribunal, mostrou-se arrependido e referiu que, antes do crime, pediu a quantia a instituições de crédito, mas, que devido à crise, o empréstimo foi-lhe negado.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/enganou-clientes-para-pagar-obras

Artigos relacionados

Últimos artigos