7.3 C
Bruxelas
26 Novembro 2022

Encerrar cursos sobe desemprego

Clique para ampliar Os mais de cem cursos ‘chumbados’ pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) vão significar um aumento do desemprego docente. O alerta é de António Vicente, presidente do Sindicato Nacional do Ensino Superior, embora reconheça que muitos dos cursos já não estavam a funcionar.

“Esta situação poderá implicar a redução do corpo docente e mais desemprego entre os professores”, afirmou António Vicente, considerando preocupante toda esta situação, que pode ser menor, pois a maioria já não funcionava.

Este é, aliás, o argumento do grupo Cofac, da Universidade Lusófona e Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes. Em comunicado, o grupo esclareceu que 16 dos 22 cursos não acreditados pela A3ES “não estavam em funcionamento ou nunca chegaram a funcionar”. Os restantes seis “já foram submetidos como novos ciclos de estudo”.

O fim de 101 cursos, entre licenciaturas, mestrados e doutoramentos do ensino superior público e privado, não pode ser encarado com uma solução para os cortes orçamentais, defende João Gabriel Silva, reitor da Universidade de Coimbra. “Está fora de causa, até porque não iria resolver o problema dos cortes”, afirmou o reitor, que pretende “esgotar as possibilidade de chamar a atenção do Governo para o que se está a passar nas universidades”.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/ensino/encerrar-cursos-sobe-desemprego

Artigos relacionados

Últimos artigos