31.6 C
Bruxelas
13 Agosto 2022

Economia alemã cresceu no primeiro trimestre de 2012

Clique para ampliar A economia alemã registou um crescimento de 0,5 por cento no primeiro trimestre de 2012, depois de um recuo de 0,2 por cento no trimestre anterior, anunciou hoje o Instituto Federal de Estatística (Destatis).

Vários economistas tinham previsto um aumento menor do Produto Intenro Bruto (PIB) da maior economia europeia ou mesmo uma nova regressão.

No último trimestre de 2011, o PIB alemão recuou 0,2 por cento, pela primeira vez em três anos, e uma nova descida significaria, tecnicamente, o início de uma recessão.

A recuperação entre janeiro e março deste ano ficou a dever-se, segundo o Destatis, ao curso positivo das exportações, e também ao aumento do consumo privado.

“De acordo com cálculos provisórios, as exportações subiram no início do ano, ao contrário das importações”, afirma-se no comunicado publicado hoje em Wiesbaden.

Além disso, o consumo privado foi superior ao do último trimestre de 2011, “o que compensou parcialmente a quebra nos investimentos”, referiu ainda o Destatis, que publicará mais pormenores a 24 de maio.

Na comparação homóloga, com igual trimestre de 2011, o PIB alemão subiu 1,7 por cento, mais do dobro do que se esperava.

Com base nestes números, os especialistas aguardam agora uma correção em alta das previsões de crescimento económico.

Em abril, o governo de Angela Merkel previu um crescimento de 0,7 por cento para 2012 e de 1,6 por cento para 2013.

“O forte primeiro trimestre levará a uma drástica revisão em alta dos prognósticos para este ano, na casa dos 0,5 por cento”, adiantou Andreas Scheuerle, analista do Deka-Bank, à edição eletrónica do Der Spiegel.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos