15 C
Bruxelas
10 Agosto 2022

Duplicam exportações de vinho para a China

Clique para ampliar As exportações de vinhos portugueses para a China quase duplicaram em 2011, pelo segundo ano consecutivo, para 8,23 milhões de euros, realçou esta quinta-feira um responsável do sector.

Não contando com o Porto e Madeira, as exportações de vinhos para a China cresceram 91,7 por cento no ano passado, fazendo daquele país o quinto maior mercado de Portugal fora da Europa, precisou à agência Lusa em Pequim a gestora da Vini Portugal para a Ásia e África, Sónia Fernandes.

“As perspectivas são muito boas. Até 2015, a China vai ser um dos maiores consumidores mundiais de vinho”, disse a especialista.

“O mercado existe, mas temos de trabalhar muito a marca Portugal”, acrescentou.

Sónia Fernandes deslocou-se esta semana à China para preparar as próximas acções de promoção da Vini Portugal em Pequim, Xangai e outras cidades chinesas.

“A China é um dos nossos mercados prioritários. A principal dificuldade é a distribuição”, realçou.
Mesmo assim, “este mercado está a crescer muito rapidamente” e há já três empresas portuguesas (Sogrape, Enoport e Enoforum) com escritórios em Xangai, a maior e mais cosmopolita cidade chinesa, com mais de vinte milhões de habitantes.

“Há apenas uma década, a China quase não aparecia na lista dos 25 países para onde mais exportávamos. Hoje, está em 13º lugar e fora da Europa, ocupa já a quinta posição, a seguir a Angola, Estado Unidos, Brasil e Moçambique”, indicou também Sónia Fernandes.

Em 2010, as exportações de vinhos portuguesas para a China aumentaram 93 por cento em relação ao ano anterior, somando 4,3 milhões de euros.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/duplicam-exportacoes-de-vinho-para-a-china

Artigos relacionados

Últimos artigos