17.9 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

Desemprego atinge novo máximo

Clique para ampliar A taxa de desemprego atingiu um novo máximo em Portugal em abril, nos 17,8 por cento.

Os dados são do Eurostat, o departamento de estatísticas da União Europeia, que avança ainda que o desemprego jovem também subiu para um nível recorde de 42,5%.

Relativamente ao mês anterior, a taxa de desemprego subiu uma décima, contra os 17,7% registados em março. Por sua vez, o desemprego jovem (até aos 25 anos) subiu um ponto percentual de março para abril, passando de 41,2 para 42,5%.

Estes valores do desemprego em Portugal ficam bastante acima da média europeia. Em abril, a taxa de desemprego média na Zona Euro foi de 12,2% (mais uma décima que em março, 12,1%) e manteve-se nos 11,0% no conjunto dos 27 países da União Europeia.

Por sua vez, o desemprego jovem registou uma subida de uma décima tanto na Zona Euro (de 24,3% em março para 24,4% em abril), como na UE a 27 (de 23,4% para 23,5%).

Portugal continua a registar a terceira taxa de desemprego mais elevada entre os Estados membros da EU, atrás de Grécia, com 27% (dados de fevereiro) e da Espanha (26,8%). O mesmo acontece com o desemprego jovem, com a Grécia igualmente na frente, com 62,5% (dados de fevereiro) seguida da Espanha, com 56,4%.

Os países com taxas de desemprego mais baixas em abril foram a Áustria (4,9%), a Alemanha (5,4%) e o Luxemburgo (5,6%). De acordo com os dados hoje divulgados, em abril existiam 26,588 milhões de pessoas desempregadas na UE a 27 e 19,375 milhões na Zona Euro.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/desemprego-atinge-novo-maximo

Artigos relacionados

Últimos artigos