3.8 C
Bruxelas
8 Dezembro 2022

Cruz Vermelha precisa de 517 mil euros para Moçambique

Clique para ampliar A Federação Internacional da Cruz Vermelha precisa de 700 mil dólares (517 mil euros) para prestar ajuda de emergência às vítimas das cheias em Moçambique, que mataram 91 pessoas e desalojaram mais de 150 mil, anunciou nesta terça-feira a organização.

Com a angariação do fundo, a Federação Internacional da Cruz Vermelha pretende participar no amplo movimento de solidariedade com que o país está a responder à crise humanitária provocada pelas calamidades naturais.

Segundo a porta-voz da organização em Moçambique, Jessica Sallabank, a província de Gaza é a que tem maior necessidade de ajuda, por ter sido a mais atingida pelas cheias.

“Mais de 100 mil pessoas nesta província foram desalojadas, muitas estão a dormir ao relento, outras dormem no mato. Parece que se vive uma situação de total desespero e de caos por lá. No distrito de Chókwé, 40 mil pessoas vivem em centros de acomodação”, frisou Jessica Sallabank.

A Federação Internacional da Cruz Vermelha mostrou-se preocupada com o perigo de eclosão de doenças, devido às precárias condições de vida nos centros de alojamento.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/cruz-vermelha-precisa-de-517-mil-euros-para-mocambique

Artigos relacionados

Últimos artigos