2.4 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Crise obriga Vaticano a reduzir despesas

Clique para ampliar O Vaticano vai ser obrigado a “uma redução gradual mas efectiva” dos custos, devido “à impossibilidade de aumentar os rendimentos”, afirmou esta terça-feira o secretário de Estado, cardeal Tarcisio Bertone.

Bertone falava perante responsáveis para os assuntos económicos, reunidos no Vaticano para examinar as consequências de um novo regulamento da Prefeitura dos Assuntos Económicos adoptada em Fevereiro passado, no âmbito de um vasto programa de saneamento que pretende também introduzir mais transparência.

Com este novo regulamento, a prefeitura, dirigida pelo cardeal italiano Giuseppe Versaldi, vê os seus poderes reforçados: controlo e vigilância, programação e coordenação económica.

Bertone lembrou algumas regras que os organismos da Santa Sé devem, a partir de agora, cumprir: “uma transmissão fiel dos dados contabilísticos aos órgãos superiores” e “a apresentação em tempo útil dos pedidos de autorização necessários”.

Estes dois tipos de obrigações “tornam-se ainda mais necessários devido ao compromisso da Santa Sé em se conformar às normas internacionais de controlo financeiro”, recomendadas pelos peritos do Conselho da Europa.

“Nas actuais circunstâncias históricas”, o Vaticano “só pode proceder a uma redução gradual mas efectiva dos custos, perante a impossibilidade prolongada de aumentar os rendimentos, pelo menos em proporção dos défices que foram registados nos últimos tempos” nos orçamentos, acrescentou.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/crise-obriga-vaticano-a-reduzir-despesas

Artigos relacionados

Últimos artigos