18.8 C
Bruxelas
19 Agosto 2022

Crise leva pessoas a engordar por comerem mais barato e a dormir pior

Clique para ampliar O consumo de alimentos mais baratos por causa da crise está a provocar um aumento do número de pessoas obesas, que dormem cada vez pior devido a problemas respiratórios, segundo o presidente da Sociedade Portuguesa de Neurologia (SPN).

Vítor Oliveira falava à agência Lusa a propósito do Congresso de Neurologia 2012, que decorre entre quinta-feira e domingo, em Lisboa, e que este ano é dedicado ao sono.

Sublinhando que “passamos um terço da nossa vida a dormir” e que, por isso, convém que esse sono seja de qualidade, Vítor Oliveira reconheceu que os tempos de crise conduzem a várias situações que afluem para um sono de pior qualidade.

Com a crise, “as pessoas ficam em situações de mais ansiedade e depressão” e, por isso, “dormem pior”.

“Estas pessoas não têm níveis profundos de sono, o que tem repercussões no dia-a-dia, como dores de cabeça ou um fraco rendimento profissional”, disse.

O neurologista identifica outra questão relacionada com a crise que é o aumento da obesidade associado a uma alimentação de pior qualidade.

“O empobrecimento leva as pessoas a comer pior, nomeadamente alimentos mais baratos. Por isso é que há cada vez mais gordos, pois as pessoas fogem para o que é mais barato”.

A obesidade é, segundo Vítor Oliveira, um factor importante para as dificuldades no sono, nomeadamente a apneia obstrutiva do sono, pois “as pessoas mais gordas têm dificuldade em respirar”.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/sociedade/crise-leva-pessoas-a-engordar-por-comerem-mais-barato-e-a-dormir-pior

Artigos relacionados

Últimos artigos