0.4 C
Bruxelas
4 Dezembro 2022

Crise: Aumenta número de pessoas na rua

Clique para ampliar A crise em Portugal está a deixar mais pessoas sem tecto, alertou esta sexta-feira o coordenador do Programa Nacional de Saúde Mental, Álvaro de Carvalho, ressalvando que o fenómeno, recente, ainda não está quantificado.

Álvaro de Carvalho participa hoje, em Lisboa, no seminário ‘Saúde Mental e Pessoa Sem-Abrigo: Onde, Como e Porquê?’, organizado pela Fundação Cidade de Lisboa.

Uma das conferências versa sobre a realidade europeia e a mudança do perfil da pessoa sem-abrigo e é proferida pelo psicólogo italiano Luigi Leonori, co-fundador da rede europeia da organização internacional SMES (Saúde Mental Exclusão Social).

Antecipando o tema do painel, o coordenador do Programa Nacional de Saúde Mental, Álvaro de Carvalho, admitiu que está a aumentar em Portugal o número de pessoas sem tecto, “pessoas que estão na rua desde que há crise” e que, “na sequência das dificuldades económicas, ficaram sem casa e sem capacidade para se alimentarem”.

“As pessoas sem tecto não encontram outra alternativa senão a rua, em consequência da dramática crise económica”, vincou, esclarecendo que os tradicionais sem-abrigo, “eventualmente com condições económicas e família”, optam por estar na rua “por razões psíquicas”, sendo situações que duram “há muitos anos”.

Álvaro de Carvalho não apresentou números dos sem tecto, ressalvando que o fenómeno social, recente, “não está ainda quantificado e suficientemente estudado”, embora esteja “a verificar-se em várias cidades do país”.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/crise-aumenta-numero-de-pessoas-na-rua

Artigos relacionados

Últimos artigos