2.1 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

CP: adesão à greve é “quase total”

Clique para ampliar O coordenador da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans), José Manuel Oliveira, disse esta quarta-feira que a adesão à greve dos trabalhadores da CP está a ser “significativa, quase total”, cumprindo-se apenas os serviços mínimos.

“Os comboios que estão a circular são os que estão inseridos nos serviços mínimos. Neste momento, tirando isto [serviços mínimos] a adesão é total. Todo o serviço comercial da CP está encerrado, as bilheteiras e só há meia dúzia de comboios a circular inseridos nos serviços mínimos”, disse, num balanço feito à Lusa às 07h00.

José Manuel Oliveira adiantou que os resultados que possui neste momento dizem respeito ao turno que começou às 22h00 de terça-feira.
“Quanto aos comboios de mercadorias, regista-se uma paralisação total desde as 00h00 uma vez que aqui não há serviços mínimos”, adiantou.

Na opinião de José Manuel Oliveira, a situação ao longo do dia “deverá manter-se igual, ou seja, serão efetuados apenas os serviços mínimos”, referiu.

Também fonte da CP disse esta manhã à agência Lusa que os serviços mínimos estão a ser cumpridos, tendo circulado até às 06h00, 29 comboios por todo o País, incluindo dois urbanos em Lisboa e um em Coimbra.

A greve da CP está inserida numa semana de luta dos trabalhadores do setor dos transportes que se prolonga até sábado, estando prevista a realização de vários plenários e paralisações em várias empresas públicas e privadas.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/economia/cp-adesao-a-greve-e-quase-total

Artigos relacionados

Últimos artigos