16.9 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

Corpos de portugueses de Moissac ainda não foram encontrados

Clique para ampliar Uma equipa de mergulhadores começa hoje a procurar a mulher do casal de portugueses de 57 anos, residente em Moissac, no sudeste de França, que desapareceu há mais de uma semana, depois de o corpo do homem ter sido encontrado num canal marítimo.

A vice-cônsul de Portugal em Toulouse, Noélia Pacheco, disse à agência Lusa que o corpo de Benigno Santos Ferreira, que foi encontrado hoje por volta das 12:00 (hora local) no canal marítimo do Midi, já está em Toulouse e deverá ser autopsiado na quarta-feira.

A mulher ainda não apareceu, mas, por hoje, as buscas estão suspensas: “Na quarta-feira as autoridades retomam o trabalho, com a ajuda de mergulhadores”, acrescentou a vice-cônsul.

Benigno Santos Ferreira e Francelina Conceição Gomes, ambos de 57 anos, estavam há pouco tempo em França, ele desde 2010, ela desde 2011. Nenhum dos dois regressara a casa depois de, no dia 16, terem jantado com um casal amigo, a cerca de dois quilómetros do sítio onde viviam.

Foi um dos filhos do casal, o único que vivia em França, que alertou a polícia para o desaparecimento quando, por volta das 05:00 do dia 17, chegou a casa e não encontrou os pais nem conseguiu contactá-los. Ambos tinham deixado os telemóveis em casa. Desde o desaparecimento, nenhum dos dois efetuara movimentos nas contas bancárias.

O casal é da cidade de Ansião, no concelho de Leiria. O homem, pintor de profissão, trabalhava numa exploração agrícola. A mulher não trabalhava.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos