19 C
Bruxelas
8 Agosto 2022

Controladores aéreos portugueses em greve no fim do mês

Clique para ampliar Os sindicatos que representam os trabalhadores da NAV Portugal, empresa responsável pela gestão do espaço aéreo, vão voltar a parar, estando prevista a realização de cinco dias de greve, segundo um pré-aviso a que a Lusa teve acesso.

De acordo com o pré-aviso, os trabalhadores da NAV, entre os quais os controladores aéreos, vão estar em greve nos dias 29 e 30 de Junho e 1, 2 e 3 de Julho.

Os trabalhadores da NAV em Portugal Continental e na Madeira estarão em greve a 29 e 30 de Junho e a 3 de Julho, das 6h às 12h e das 18h às 22h, voltando a parar a 1 e 2 de Julho, das 6h às 12h e das 17h às 21h.

Nas dependências da NAV nos Açores, a greve abrangerá os dias 29 e 30 de Junho, 03 de Julho (nestes três dias entre as 5h e as 11h e entre as 17h as 21h), 1 e 2 de Julho (das 5h às 11h e das 16h às 22h).

Todos os trabalhadores da NAV estarão também em greve a 2 de Julho, durante o período da manhã.

«Depois de meses de sensibilização em relação às especificidades do modelo de negócio da NAV Portugal, o completo bloqueio a que se chegou quanto a eventuais soluções para as medidas restritivas em vigor na empresa – escandalosamente contraditórias com os objectivos de recuperação económica do país – obrigam estes profissionais a recorrer a este mecanismo constitucionalmente previsto», lê-se no pré-aviso de greve.

Os trabalhadores da NAV têm cumprido várias greves para contestar a «continuada ausência» de respostas do Governo para uma situação de «instabilidade social sem paralelo» na empresa, queixando-se do impacto das medidas de contenção orçamental.

A última greve dos trabalhadores da NAV decorreu em Maio, abrangeu cinco dias e afectou centenas de voos.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos