3.4 C
Bruxelas
5 Dezembro 2022

Conferencia sobre o Ensino

Clique para ampliar Uma conferência subordinada à temática do ensino, organizada por iniciativa do Conselheiro das Comunidades Portuguesas, teve lugar na associação “O Elvas”, no passado dia 15 de Setembro.

Os temas levantados durante a conferência foram “Novidades no sistema de ensino de português na Bélgica”, “Porquê aprender a língua portuguesa quando se vive no estrangeiro?” e ”Colaboração entre a Coordenação do Ensino e o Movimento Associativo”.

Cerca de 40 pessoas assistiram à conferência que contou como oradores a Dra. Regina Sena, Coordenadora do Ensino, o Dr. Duarte Bué Alves, Primeiro-Secretário de Embaixada e a Sra. D. Amélia Nobre, Presidente da Associação de Pais. Professores, pais, jovens e dirigentes de várias associações participaram também no debate.

Na sua intervenção, a Dra. Regina Sena fez questão de informar os presentes sobre a carta de parceria assinada recentemente entre o Ministério da “Communauté Française” e a República Portuguesa. Esta carta de parceria introduz algumas alterações na prática do ensino de português na Bélgica, propondo uma maior integração na escola belga, do ensino da língua e da cultura portuguesas a partir deste ano lectivo.

O Dr. Duarte Bué Alves salientou que a aprendizagem da língua portuguesa ”constitui uma vantagem suplementar num mercado de trabalho de 245 milhões de pessoas” enquanto que a Presidente da Associação de Pais lamentou a falta de elementos que tenham disponibilidade para participarem voluntariamente nos projectos da associação. “Actualmente, somos apenas 3 e torna-se difícil lidar com tanta responsabilidade”. A dirigente associativa também deixou um apelo aos pais “para que haja mais colaboração pois o trabalho que efectuamos destina-se às crianças”.

Pedro Rupio, Conselheiro eleito pela Bélgica, agradeceu a presença dos participantes, esperando que este tipo de iniciativa possa ser um instrumento de base para o futuro. “Esta noite, observámos um contacto interessante entre a Coordenação do Ensino e o Movimento Associativo. A Comunidade ficará sempre a ganhar quando estas duas entidades juntarão forças e ideias”.

Pedro Rupio tenciona organizar uma conferência sobre a participação cívica no início de 2009, quando se aproximarem as eleições europeias e legislativas.

Artigos relacionados

Últimos artigos