30.2 C
Bruxelas
11 Agosto 2022

Comissão aprova programa de ajuda “bastante duro”

Clique para ampliar A Comissão Europeia deu esta terça-feira, em Estrasburgo, o seu aval ao programa de assistência financeira negociado entre a ‘troika’ e o Governo português, faltando agora, no início da próxima semana, a aprovação final dos ministros das Finanças europeus.


“A Comissão Europeia aprovou o programa de assistência a Portugal de 2011 a 2013”, anunciou o comissário europeu da Economia, acrescentando tratar-se de um programa “bastante duro, mas realista”.

A decisão final sobre o resgate a Portugal será tomada no início da próxima semana, pelos ministros das Finanças da Zona Euro a 16 de maio (segunda-feira) e da União Europeia no dia seguinte terça-feira).

“Estou confiante que os ministros das Finanças irão aprovar este programa”, disse Olli Rehn.

Os responsáveis da Zona Euro (17 Estados-membros) terão de aprovar a parte da ajuda financeira relacionada com o Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF)e os da União Europeia (27) a parte do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira (MEEF).

Portugal vai beneficiar de um empréstimo de 78 mil milhões de euros por parte do FEEF, do MEEF e do Fundo Monetário Europeu (FMI).

As duas entidades europeias são responsáveis por dois terços do montante (52 mil milhões) e o Fundo Monetário Internacional por um terço (26 mil milhões).

Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos