20.3 C
Bruxelas
15 Agosto 2022

Cidade da Praia sem água durante uma semana

Clique para ampliar O primeiro-ministro cabo-verdiano admitiu ser “difícil e complicado” que a capital de Cabo Verde vá ficar, na próxima semana, seis dias sem água nas torneiras, situação que, porém, disse ser “compreensível”, pois as obras têm de ser feitas.


“É muito difícil não haver água, é muito complicado. Eu perguntei a razão. Neste momento, estão a ser feitos investimentos, introduzidas novas formas de produção e distribuição de energia e de água e temos de ter estes constrangimentos. São transitórios e devidamente fundamentados”, disse José Maria Neves.

“Ainda não temos todos os problemas resolvidos, estamos a fazer os investimentos necessários para resolver definitivamente o problema da produção e abastecimento de energia elétrica e água”, acrescentou, insistindo em mais três ocasiões nas palavras “difícil” e “complicado”.

José Maria Neves salientou que o país atravessa uma “fase de transição” e argumentou que “todos os países do mundo tiveram o mesmo problema” no “período de arranque, de «take off»”.

“Temos ainda essas imperfeições, esses constrangimentos, esses problemas. Estamos a arrancar, no «take off», mas não podemos ter tudo ao mesmo tempo e temos de fazer um esforço”, referiu.

Num comunicado hoje divulgado, a Electra (Empresa de Eletricidade e Água de Cabo Verde), indicou que a Cidade da Praia, onde reside 26 por cento da população do arquipélago, vai ficar privada de água entre 23 e 28 deste mês, devido a trabalhos de interligação da nova rede de abastecimento ao sistema de distribuição já existente.

No documento, a Electra refere que os trabalhos serão executados no âmbito do 3.º Plano Sanitário da Cidade da Praia, que visa fazer a ligação das novas redes de abastecimento, onde se incluem as novas estações de Palmarejo e Monte Barbosa aos reservatórios já existentes.

A empresa não adiantou no documento se haverá camiões cisterna espalhados pela capital cabo-verdiana, de forma a minimizar os seis dias de falta de água nas torneiras, ou de quaisquer outras medidas nesse sentido.

Segundo o último censo, referente a 2010, a Cidade da Praia conta com 132317 dos 491575 habitantes do arquipélago, o que constitui 26,9 por cento da população total.

Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos