31.6 C
Bruxelas
13 Agosto 2022

Carvalho da Silva insiste no aumento do salário mínimo

Clique para ampliar Para Manuel Carvalho da Silva, secretário-geral da CGTP, é imperioso aumentar o salário mínimo nacional, ainda este ano, para os 500 euros. E, de acordo com ele, “há condições” para isso.


Carvalho da Silva afirmou que “num prazo de três a quatro dias” fará chegar os argumentos da GCTP ao gabinete do novo ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira, e admite esperar “que haja uma indicação positiva” em prol desse aumento.

O sindicalista aproveitou também para transmitir ao responsável da tutela o total desagrado da CGTP perante as imposições da roika no âmbito da legislação laboral.

“A Troika não pode impor nada. Portugal não está obrigado a cumprir, muito menos disparates e é preciso encontrar caminhos alternativos”, vincou Carvalho da Silva, prometendo uma nova contestação já em julho.

Bomdia.be

Artigos relacionados

Últimos artigos