30.2 C
Bruxelas
11 Agosto 2022

Cap Magellan lança apelo às candidaturas para o Encontro Europeu de Jovens Lusodescendentes

A Cap Magellan está a organizar, pela 8.ª vez, em Portugal o Encontro Europeu de Jovens Lusodescendentes que, este ano, terá lugar em Fátima, de 8 a 12 de dezembro de 2021.

Fundada em Paris em 1991, a Cap Magellan é a maior associação de jovens lusodescendentes, que partilham a mesma vontade de promover a língua portuguesa e a cultura lusófona. A associação foi pioneira em vários projetos e ações que destacam os trunfos de uma dupla cultura no seio de uma sociedade em plena mutação.A Cap Magellan está a organizar pela 8.ª vez em Portugal, o Encontro Europeu de Jovens Lusodescendentes, um evento dedicado aos jovens entre os 18 e 35 anos, em colaboração com parceiros europeus de oito países diferentes (Dinamarca, Bélgica, Alemanha, Inglaterra, Espanha, Portugal, Suécia e Luxemburgo). O evento terá lugar de 8 a 12 de dezembro, em Fátima (região do Médio Tejo), em paralelo do Encontro Nacional de Investimento da Diáspora (PNAID), que terá lugar entre os dias 9 e 11 de dezembro.

Os PNAID, uma continuação dos Encontros de Investidores da Diáspora, organizados desde 2016, são uma iniciativa conjunta da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas e da Secretaria de Estado da Valorização do Interior. Em 2021 os Encontros PNAID são coorganizados pela Câmara Municipal de Ourém e pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, em parceria com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro.

O Encontro Europeu de Jovens Lusodescendentes está sujeito a inscrição prévia e as candidaturas estão abertas. O tema deste ano será “Empregabilidade na Europa: Digital para a Ecologia e Inclusão da Juventude”. Através deste encontro, são propostas formações a jovens líderes e jovens presentes de diferentes países europeus e de diferentes nacionalidades. Ao longo do programa, participarão em seminários, atividades de formação, mas também em visitas de descoberta regional.O encontro visa a destacar o bilinguismo e o multiculturalismo que muitos jovens de origem lusófona ou portuguesa têm em comum na Europa, mas também dar respostas aos jovens para quem é mais difícil encontrar trabalho.Os participantes construirão um projeto comum em parceria com a região e as empresas aí localizadas, de modo a melhorar a pegada ambiental destas últimas.Além disso, sob proposta do Gabinete de Apoio ao Investimento de Diáspora, a Cap Magellan está a organizar um Hackaton com as estruturas Fundação AEP e a Associação dos Pós-graduados portugueses no estrangeiro, que terá lugar no dia 9 de dezembro. Esta é uma sessão dinâmica do projeto conjunto apresentado à região do Médio Tejo, aberta a todos os participantes do Encontro Europeu de Jovens Lusodescendentes, assim como aos participantes do Encontro Nacional de Investimentos da Diáspora. O tema do hackaton será tornar a região mais verde.

As vantagens de participar neste encontro são :A oportunidade de visitar Portugal de uma forma diferente;Viagens locais, alimentação, alojamento pago pelos parceiros portugueses;Formação validada com um certificado pessoal, para valorizar as competências adquiridas;Participação na construção de um projeto de solidariedade ligado aos grandes desafios contemporâneos;Participação ativa na Rede Europeia de Lusofonia, que continuará após a reunião;É um evento de investimento, uma grande oportunidade para jovens empresários.

Parceiros:As candidaturas para participar no evento estão abertas até 15 de novembro!Como candidatar-se:Para se candidatar, basta preencher o Google Forms disponível no nosso website www.capmagellan.com e nas nossas redes sociais até 15 de novembro!

Artigos relacionados

Últimos artigos