2.1 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Brasil cedeu mais no acordo ortográfico?

Clique para ampliar Um membro da Academia Brasileira de Letras (ABL) afirmou na noite de terça-feira que o Brasil cedeu mais do que Portugal no Novo Acordo Ortográfico, mas defendeu a mudança.

“O Brasil curvou-se aos hábitos ortográficos portugueses, mas curvou-se com felicidade, pois a nossa ortografia ficou mais de acordo com a história da língua”, disse Evanildo Bechara, citado pela Agência Brasil, numa conferência na sede da ABL, no Rio de Janeiro.

Bechara afirmou também que os linguistas de Portugal não apresentaram grande número de alterações ortográficas no novo acordo e que o português brasileiro foi alterado principalmente nas regras de hifenização e de acentuação.

O académico defendeu a adoção do texto do novo acordo pelas burocracias estatais e sistemas educacionais, para que ele seja efetivamente absorvido no quotidiano das pessoas.

“Uma simplificação ortográfica que começou para resolver a balbúrdia e para ajudar a educação agora impõe-se como uma ferramenta de política para que a língua portuguesa tenha realmente o que não teve até agora, porque o português é a única língua de cultura que tem duas grafias oficiais”, disse, segundo a Agência Brasil.

O acordo ortográfico foi assinado por sete dos oito Estados da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), em setembro de 2008. Angola não aderiu ao acordo.

O Acordo Ortográfico será oficial e definitivo a partir de janeiro de 2013.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos