20.3 C
Bruxelas
15 Agosto 2022

Biden em Bruxelas para cimeiras da UE e da NATO

O Presidente norte-americano, Joe Biden, estará em Bruxelas na próxima semana para participar, dia 24, na reunião dos chefes de Estado e de Governo da União Europeia (UE) e na cimeira extraordinária da NATO, devido à guerra ucraniana.

A informação foi hoje avançada por fontes europeias, que indicaram que “o Presidente Biden vai juntar-se, presencialmente, à cimeira europeia da próxima semana”, no dia 24 de março (quinta-feira), o primeiro dia da reunião dos líderes da UE, que decorrerá em Bruxelas.

Entretanto, através da rede social Twitter, o secretário-geral da NATO anunciou uma “cimeira extraordinária a 24 de março na sede” da Organização do Tratado do Atlântico Norte, também na capital belga.

“Iremos abordar a invasão da Ucrânia pela Rússia, o nosso forte apoio à Ucrânia e o reforço da dissuasão e defesa da NATO”, precisou Jens Stoltenberg, adiantando que, “neste momento crítico, a América do Norte e a Europa devem continuar unidas”.

A presença de Biden em Bruxelas surge numa altura de aceso confronto armado na Ucrânia devido à invasão russa e em que o Ocidente agrava as sanções económicas e individuais ao regime russo.

A Rússia lançou a 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já causou pelo menos 691 mortos e mais de 1.140 feridos, incluindo algumas dezenas de crianças, e provocou a fuga de cerca de 4,8 milhões de pessoas, entre as quais três milhões para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

Artigos relacionados

Últimos artigos