1.6 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

AVC mata 20 mil por ano

Clique para ampliar Mais de 20 mil portugueses morrem todos os anos vítimas de AVC (Acidente Vascular Cerebral), a primeira causa de morte no País e cerca de 25 000 pessoas são internadas por ano. A doença é frequente em pessoas mais velhas, mas pode surgir a partir dos 30 anos.

Um AVC acontece quando uma parte do cérebro deixa de ser irrigada pelo sangue. De repente, as pessoas perdem a capacidade de linguagem, sensibilidade, mobilidade e de visão. O Acidente Vascular Cerebral é mais comum nos homens e é mais frequente, a partir dos 69 anos nos homens, e a partir dos 73 anos nas mulheres. Contudo, o Acidente Vascular Cerebral não escolhe idades e surge cada vez mais cedo.

“Em alguns países a incidência do AVC tem vindo a aumentar muito nos jovens. Em Portugal isso ainda não é muito claro. Até aos 50 anos ainda se considera um perfil de doente jovem. Temos de procurar causas menos habituais do que os clássicos fatores de risco. Os doentes mais jovens têm outro tipo de comportamento, o que pode desencadear outras causas. Por exemplo as drogas ilícitas ou os estimulantes podem provocar lesões das artérias”, explica ao CM a médica neurologista Patrícia Canhão, acrescentando que as avaliações médicas regulares são essenciais, no caso de a pessoa apresentar algum dos fatores de risco da doença.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/saude/avc-mata-20-mil-por-ano

Artigos relacionados

Últimos artigos