2.3 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Angélico entre a vida e a morte

Clique para ampliar Angélico Vieira continuava este domingo com um prognóstico muito reservado depois de um acidente de viação na madrugada de sábado, na A1, perto de Albergaria. Fonte do Hospital de Santo António, no Porto, confirmou que o fundador da banda Drt permanecia, à hora de fecho desta edição, internado na unidade de cuidados intensivos, em coma induzido e ligado ao ventilador.


O artista de 28 anos sofreu um traumatismo crânio-encefálico grave, tendo perdido massa cerebral. Angélico Vieira conduzia um BMW quando se despistou, segundo informações da GNR devido ao rebentamento de um pneu.

O condutor e outros dois passageiros não levariam cinto de segurança, tendo sido projectados. Um dos quatro ocupantes morreu no local do acidente, atropelado por um segundo veículo. O acidente fez ainda uma vítima grave, uma jovem de 17 anos, também internada. O ocupante do lugar do pendura sofreu apenas ferimentos ligeiros.

Depois do final da banda Dzrt, há um ano, Angélico Vieira preparava-se para apresentar o segundo álbum a solo. O acidente está a provocar uma onda solidariedade na internet e o hospital tem recebido dezenas de chamadas de fãs que tentam obter notícias do artista. Muitos têm-se mesmo deslocado ao hospital, embora não haja lugar a visitas para além da família próxima.

No Facebook nasceram vários grupos de apoio, que ontem reuniam cerca de 3000 fãs.

Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos