20 C
Bruxelas
8 Agosto 2022

Al-Qaeda jura vingança

Clique para ampliar A Al-Qaeda confirmou a morte do seu líder, Osama bin Laden, numa mensagem publicada na Internet, em que a organização terrorista jura vingar-se dos Estados Unidos e aliados – incluindo o Paquistão.


Cinco dias depois de o Presidente norte-americano, Barack Obama, ter anunciado a morte de Bin Laden numa operação ultra-secreta dos Estados Unidos na cidade paquistanesa de Abbottabad, a Al-Qaeda assevera que prosseguirá o combate armado.

“[O sangue de Bin Laden] é demasiado precioso para nós e para todos os muçulmanos para ser derramado em vão”, diz o comunicado divulgado num fórum islamista, garantindo que “os americanos e seus agentes serão perseguidos dentro e fora dos seus países”.

“A felicidade deles transformar-se-á em lamento, e o sangue deles será misturado com as suas lágrimas”, é prometido pela organização terrorista, apelando aos paquistaneses para que “se ergam e revoltem para limpar esta vergonha que os mancha por causa de um grupo de traidores e ladrões”.

A Al-Qaeda afirma ainda, neste comunicado, que vai divulgar em breve uma mensagem de Bin Laden gravada uma semana apenas antes de ser morto no complexo de Abbottabad

Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos