2.1 C
Bruxelas
3 Dezembro 2022

Abrunhosa aceitou pedido de desculpas em vez ir a tribunal

Clique para ampliar O cantor e compositor Pedro Abrunhosa obteve um pedido de desculpas de envolvidos em notícias sobre a sua vida íntima, que considerou difamatórias, e, em contrapartida, desistiu de um processo judicial intentado nos Juízos Criminais do Porto.

O julgamento deveria começar precisamente hoje de manhã mas, por sugestão da juíza, as partes acordaram a elaboração de um texto em que quatro arguidos pedem desculpa a Abrunhosa.

“Os arguidos, ao divulgarem os factos (…), não tiveram intenção de o ofender e, nem sequer, de pôr em causa o seu bom nome”, lê-se no texto do acordo.

Os arguidos admitiram não desconhecer, porém, que “tais factos eram objetivamente ofensivos e suscetíveis de ter repercussões negativas na reputação e no bom nome” de Pedro Abrunhosa, sublinha-se no texto, cujo teor foi negociado ao longo de várias horas.

Em causa estavam notícias de janeiro de 2007 alusivas a um “blog”, no qual uma mulher relatava que teria sido obrigada a satisfazer “uns estranhos vícios sexuais” do cantor. As notícias foram divulgadas pelo jornal O Crime e pela revista Mariana.

O texto acordado será publicitado nos órgãos de comunicação que difundiram as notícias e um dos arguidos “obriga-se a diligenciar” para que o mesmo aconteça em três jornais de grande tiragem – um semanário e dois diários.

Do acordo consta, por outro lado, a obrigação de a entidade proprietária da revista Mariana entregar 500 euros a uma instituição de solidariedade social designada por Pedro Abrunhosa.

FONTE: Bomdia.lu

Artigos relacionados

Últimos artigos