16.9 C
Bruxelas
18 Agosto 2022

A Descoberta do Brasil

Vasco da Gama já tinha regressado da primeira viagem marítima à Índia e o rei português queria que outro navegador lá voltasse para assegurar o domínio daquelas terras.

Ao contrário da armada de Vasco da Gama, que era constituída por 4 navios e 170 homens, a armada de Pedro Álvares Cabral era composta por 13 navios e 1500 homens.

A Descoberta do BrasilO rei achava que, com mais navios, mais homens e mais armamento, seria mais fácil conseguir ficar com o domínio sobre a rota das especiarias que passava pela Índia.

No dia 9 de Março de 1500, a armada de Pedro Álvares Cabral partiu de Lisboa (do Restelo) em direcção à Índia.

Quando já estavam perto de Cabo Verde, os navios começaram a desviar o seu percurso para sudoeste.

Não se sabe se este desvio foi propositado (diz-se que os portugueses podiam já saber da existência do Brasil) ou se foi obra do acaso.

A Descoberta do BrasilO que é certo é que, no dia 22 de Abril de 1500, a armada de Pedro Álvares Cabral avista as Terras de Vera Cruz (o Brasil).

Ao perceber que tinha feito uma descoberta tão importante, o capitão-mor enviou uma nau para o reino com a boa notícia.

Pedro Álvares Cabral e os seus homens ficaram lá alguns dias, estabelecendo relações com os índios e celebrando missas (porque nos navios iam também sacerdotes).

Em Julho de 1501, Pedro Álvares Cabral e a sua armada regressam a Portugal. Antes de regressarem, foram a Calecute (Índia) para cumprirem os objectivos que o rei tinha traçado no início da viagem.

Embora tenha iniciado a viagem com 13 navios, a armada de Pedro Álvares Cabral regressou ao reino com apenas seis.

A Descoberta do BrasilOs outros sete navios que compunham a armada tiveram fins diferentes : um deles perdeu-se nos mares do arquipélago de Cabo Verde, outro regressou a Portugal com a notícia da descoberta, quatro afundaram-se num violento temporal durante a viagem e um outro andou à deriva, tendo reencontrado os outros navios a meio da viagem de regresso.

Até hoje, não se sabe se esta descoberta foi obra do acaso ou se os portugueses já sabiam da existência do continente americano.

Por isso, os brasileiros, quando nós falamos da “descoberta” do Brasil, eles preferem dizer “achamento”…

Adaptado do site Júnior (www.junior.te.pt)

Artigos relacionados

Últimos artigos