Menu
Fernando Santos revela os 23 jogadores para o Euro 2016

Fernando Santos revela os 23 jogado…

O seleccionador nacional ...

FC Porto perde pontos importantes antes do clássico com o Benfica

FC Porto perde pontos importantes a…

Antes do clássico que se ...

Luisão vai ter que parar algumas semanas devido a lesão

Luisão vai ter que parar algumas se…

O Benfica teve uma noite ...

Hollande: EUA e França vão intensificar ataques contra o EI

Hollande: EUA e França vão intensif…

O Presidente francês, Fra...

Erdogan: Turquia tem direito a "defender as suas fronteiras"

Erdogan: Turquia tem direito a …

O Presidente turco, Recep...

Molenbeek: "Estou aqui pela paz"

Molenbeek: "Estou aqui pela pa…

"Estou aqui em nome da pa...

Imprensa francesa fala em "guerra em plena Paris"

Imprensa francesa fala em "gue…

A imprensa francesa desta...

Massacre em Paris faz 127 mortos

Massacre em Paris faz 127 mortos

Pelo menos 127 pessoas mo...

Síria: 595 mortos desde o inicio dos ataques da Rússia

Síria: 595 mortos desde o inicio do…

Pelo menos 595 pessoas fo...

EUA e Rússia assinaram memorando

EUA e Rússia assinaram memorando

A Rússia e os Estados Uni...

Anterior Seguinte


Ecos do Parlamento Europeu pela voz de M. Patrão Neves Destaque

Ecos do Parlamento Europeu pela voz de M. Patrão Neves

No seguimento do desafio lançado pelo Nós Cá Fora.be a todos os eurodeputados portugueses, a social-democrata Maria do Céu Patrão Neves não hesitou em dar o seu contributo.


NCF: Quais os principais dossiers em que se está a trabalhar no que diz respeito às comunidades emigrantes?
MPN: Eu sirvo nas Comissões das Pescas e da Agricultura e Desenvolvimento Rural, pelo que só raramente terei uma intervenção directa em políticas relativas às comunidades emigrantes. A minha intervenção decorre sobretudo através, por exemplo, de contributos a relatórios diversos que possam abordar esta problemática.

NCF: Quais as políticas europeias a implementar nos países que registam grande afluência de emigrantes com vista a uma plena integração?
MPN: A primeira linha de actuação política em relação às comunidades emigrantes deverá desenvolver-se no sentido de criar e/ou implementar condições para a sua plena integração nas comunidades locais, quer através do domínio da língua, quer numa habitação não segregada, quer mesmo em aspectos bem distintos como sejam a facilidade de equivalência de estudos e/ou experiência profissional. Numa segunda linha, importa que a integração não seja sinónimo de desenraizamento, pelo que se torna importante que o emigrante mantenha o contacto e o orgulho nas suas raízes.

NCF: Como observa o fenómeno de "fuga" de jovens de Portugal?
MPN: A actual “fuga” de jovens de Portugal é duplamente preocupante: porque se trata de jovens e porque se trata de cidadãos com elevada formação académica e muitos em domínios de ponta. A sua saída de Portugal hipoteca a recuperação e o futuro do país. Espero que os jovens que hoje imigram mantenham as raízes em Portugal para que possam regressar assim que o país comece a ter condições para os receber e possam ajudar ao seu desenvolvimento com uma experiência enriquecida no estrangeiro.

NCF: Há forma e/ou interesse em travar essa realidade?
MPN: Os jovens continuarão a sair enquanto o país não lhes oferecer futuro. A única forma de inverter esta situação é o crescimento económico e a criação de emprego em Portugal.

NCF: Como é que os emigrantes de hoje podem ser apoiados nos países de acolhimento?
MPN: Os emigrantes devem ser apoiados nos próprios países de acolhimento a três níveis diferentes e em simultâneo: primeiramente, e na medida do possível, pelo seu país natal, que deverá facilitar o processo a nível burocrático e manter-se presente como apoio sempre disponível; no país de acolhimento através das estruturas necessariamente montadas para o efeito e, também, pela comunidade, quer a natural do país de acolhimento, quer a natural do país de imigração, através das suas estruturas de actividade cívica.

NCF: Há alguma estratégia para controlar a discriminação de que são alvo alguns emigrantes?
MPN: Tem necessariamente de existirem estratégias contra o racismo através de duas vias principais: a educativa e formativa, promotora de uma consciência moral e cívica de respeito e de tolerância em relação ao outro; e também a jurídica, através de legislação e policiamento adequados para prevenir, dissuadir e, se necessário, punir actos de racismo.

NCF: As remessas dos emigrantes portugueses atingiram o valor mais alto da última década. Como é que as comunidades emigrantes podem ajudar nesta fase crítica que a economia portuguesa atravessa?
MPN: Ajudam enviando as suas economias para o país e, também, podem ajudar abrindo canais entre Portugal e o novo país em que residem, promovendo parcerias ao nível das suas respectivas actividades profissionais.

NCF: Em relação às próximas eleições europeias, como é que se poderá estimular a participação dos portugueses de forma a evitar a elevada abstenção da última ida às urnas?
MPN: Dizendo a verdade sobre o que a União Europeia tem feito por Portugal em vez de se persistir no europeizar tudo o que de negativo acontece em Portugal e na nacionalização de todos os benefícios que a União Europeia nos traz. A este nível, o actual Governo tem sido essencialmente verdadeiro. O mesmo não tem acontecido com a oposição.


Patrícia Posse

 

Modificado sexta, 31 janeiro 2014 18:28
voltar ao topo

Comentários

  1. Portugueses
  2. Comunidade
  3. Internacional
  4. Portugal
  5. Desporto
Ana Moura em Antuérpia

Ana Moura em Antuérp…

A fadista portuguesa em concerto no "De Roma" esta...

Amigos de Moçambirque organizam Festa pela Paz

Amigos de Moçambirqu…

Os Amigos de Moçambique gostariam de convidá-los a...

Apresentação do livro "Sousa Mendes, le Consul de Bordeaux"

Apresentação do livr…

Orfeu, éditeur et librairie portugaise et galicien...

Les livres magiques de Silvia Bandas

Les livres magiques …

C’est à partir de là que j’ai décidé d’en faire ma...

Governo Regional de Madeira em Londres em busca de novas oportunidades de negócio

Governo Regional de …

Um grupo de representantes do Governo Regional da ...

Romance " Estrangeira a mim mesma" de Léa Ferreira

Romance " Estra…

Vimos por este meio divulgar a publicação do roman...

Vinho português abre mercado a outros produtos alimentares nacionais no Reino Unido

Vinho português abre…

A boa reputação do vinho português está abrir port...

Língua é um fator-chave para sucesso dos novos cidadãos

Língua é um fator-ch…

O Governo canadiano pretende que os novos imigrant...

Naufrágio provoca dezenas de mortos

Naufrágio provoca de…

Embarcação com cerca de 500 imigrantes a bordo ...

Dilma repreende estudantes após vaias

Dilma repreende estu…

Presidente do Brasil saiu em defesa de governad...

Tarde de confrontos violentos no Rio de Janeiro

Tarde de confrontos …

Manifestação à porta da Câmara Municipal acabou...

João XXIII e João Paulo II canonizados a 27 de abril

João XXIII e João Pa…

Papa Francisco anunciou a data em que os seus a...

Portugal foi dos que mais reduziu investimento em educação

Portugal foi dos que…

Portugal foi severamente atingido pela crise finan...

Reconstrução de ovário dá esperança

Reconstrução de ovár…

O primeiro transplante de tecido ovárico em Portug...

Conheça os ministros do novo Governo

Conheça os ministros…

António Costa foi, esta terça-feira, indicado prim...

Madeira investe 25% do orçamento na educação

Madeira investe 25% …

O Governo Regional da Madeira está a investir este...

Fernando Santos revela os 23 jogadores para o Euro 2016

Fernando Santos reve…

O seleccionador nacional Fernando Santos revelou e...

FC Porto perde pontos importantes antes do clássico com o Benfica

FC Porto perde ponto…

Antes do clássico que se vai realizar esta sexta-f...

Luisão vai ter que parar algumas semanas devido a lesão

Luisão vai ter que p…

O Benfica teve uma noite de Sábado passado, dia 21...

Cristante fala dos p…

O jovem jogador italiano do Benfica, Bryan Cristan...

Notícias

Portugal

Comunidade

Diversos

Nós cá fora